quarta-feira, fevereiro 09, 2011

De fundo e superfície

Fundo......Superfície........Fundo
Superfície pra respirar
tomar a dose certa de ar
afundar na imensidão do meu ser
meu jeito de ser precisa de solidão
mas teme
foge
usa outro de muleta
pra que? se tenho papel e tenho caneta
e na água muleta afunda
como meu corpo vivo
que afunda....emerge.......afunda....emerge......
tenho que prolongar o meu ar

Um comentário:

thiago cestari disse...

afunda, afunda, afunda, cada vez mais pra dentro, mais pra longe, mais pra perto.